terça-feira, 28 de agosto de 2007

Bati a real

Falei me calando
Calei consentindo
Consenti um sorriso
Mas com a Alma definhando.
Chorei sorrindo
andei correndo
apareci escondendo
uma dor em gemidos gritantes
SufocanteLatente...
Cheguei saindo
retirando-me meio forçado
querendo ficar sozinho e acompanhado
Hilário!!! Nada disso me bastava
Se o que eu queria por perto naõ estava...
te procurei nao querendo encontrar
te liguei sem ter nada pra falar
falei o que não queria
ocultei o que naõ podia
pensei em sumir aos poucos
sem deixar pra ninguem algum desgosto
não via saída se não na solidão indesejada
que em meio a muitos me acompanhava
cantei baixinho uma felicidade de mentirinha
quando a realidade parecia tão longe...
distante do nada
não via um caminho ou estrada
que me levasse ao verdadeiro sossego almejado
mas vi em mim mesmo um potencial que a muitos invejava
e percebi que ao invés de viver uma hipótese
passei a fazer a minha própria história!!!!


Nenhum comentário: