quinta-feira, 30 de agosto de 2007


Se você me perguntasse qual o tamanho de Deus, eu diria que é do tamanho do vazio que há no coração de uma pessoa que ainda não se encontrou com Ele. Mas isto é interessante porque estamos constantemente procurando encontrar mais e mais coisas que preencham nossa insaciável vontade de descobrir algo novo, o que é muito bom, mas não deixa de ser relativo no que tange à espiritualidade.

Muitos confundem ter Deus com ter uma religião.

As religiões tem seus costumes e doutrinas de acordo com cada uma de suas denominações. A palavra religião no seu original significado traz-nos o sentido de "religar". Uma vez que o homem se separou do seu criador, o vazio aconteceu no interior humano !

No primeiro capítulo do livro do Gênesis encontramos a fantástica história da criação. E o logo diz: " No príncipio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." O fato de Deus não gostar de vazio o levou a criar o homem. De lá para cá a história biblica nos fornece os registros dos acontecimentos e como a religação entre Deus e o homem passou por várias etapas e pessoas até chegar em Cristo, o próprio Deus para reatar a comunhão perdida.

Conta-se a história de um Juíz de direito muito bem conceituado em sua cidade. Homem de bem e defensor da justiça. Nada de muito diferente acontecia em sua vida até que seu filho, um jovem pronto para descobrir a vida, cometeu um crime.

A atenção da cidade se voltou não para o filho, mas para o pai e todos se perguntavam qual seria a postura do juíz agora no julgamento do próprio filho. O rapaz foi detido e levado a julgamento e todos aguardavam o veredito. A sentença quando saiu surpreendeu a todos.

Foi julgado culpado e condenado à morte. Mas quão dificil foi para o pai lavrar tal sentença para o próprio filho. O rapaz chorava e pedia clemencia, mas o veredito naõ poderia voltar atrás. Então só havia uma maneira do juíz salvar seu filho: cumprir a sentença em seu lugar.

Parece uma historinha de heroísmo, mas é o retrato do que aconteceu para que a "religião" acontecesse ! Para que o homem não sofresse a morte eterna, Deus o julgou e o encontrou réu. Réu este incapaz de realizar tal ato no cumprimento de sua pena. Deus não poupou do seu crime; sua pena foi cumprida e sua divida paga. Não há mais como como ter acusação, uma vez que o homem aceita este ato de "Koinonya"(comunhão no grego).

Mas ao homem é permitido continuar sua saga em busca de algo que lhe satisfaça a alma. Algo que lhe dê paz e paz não quer dizer ausência de guerra.

Jesus não se limita em quatro paredes de um templo por mais belo que seja. Jesus não é um produto que se encontra à venda e não transforma a vida de ninguém num passe de mágica. Ele naõ precisa que ninguem tente provar sua divindade nem sua existência, mas Ele disse que quem quiser saber quem ELe é precisará recorrer às escrituras porque são elas que testificam dEle.

Jesus só precisa de uma chance para preencher o vazio do coração humano. Ouça seu metal, sua musica preferida; ouça boas palavras e sábios conselhos. Mas sobretudo saiba ouvir quando Deus fala. E uma das maneiras que Ele fala é quando nossa lágrima cai, olhamos para todos os lados e naõ vemos ninguem que nos entenda ou nos ame. Naquele momento de solidão não encontramos saída imediata, o sentimento que nos aprisiona não nos abandona, e os olhos continuam cheios de umidade. Então lá longe temos uma idéia de uma viagem ou sair com alguem; espairecer ! Não damos importancia ás vezes em uma simples idéia que nos chega. Quando essa força nos encontra, achamos que nós é que temos a esperteza ! Creio que é Deus, lhe trazendo um pouco de bálsamo. Porque uma ferida ou algo que traz tristeza, demora para sarar. E o que Deus quer não é tirar isto como num passe de mágica e sim nos mostrar que se até mesmo nossa mãe nos abandonar ou nos esquecer, Ele jamais o fará.

It's all about you Jesus.!!!

Nenhum comentário: