quarta-feira, 21 de novembro de 2007

ESCULTURA DO TEMPO
Como exímio artesão,
O tempo me sulca a pele,
Clareia meus pelos"Desmodela" meu corpo,
E me turva a visão...
Mas o que eu mais queria,
Era que sua falsa maestria
Remodelasse a ilusão.
Exímio artesão?
Pensa que tudo pode...
Desastrado cirurgião!
Só modela a argila da vida
Com o pó da solidão.
MAVISão Paulo/SP - Brasil, 47 anos, Escritora Amadora

>-°<

Nenhum comentário: