quinta-feira, 24 de abril de 2008

Enfim


Não posso dizer que não fui avisado
Mas foi muito tentador...
Não posso reclamar do tempo corrido
Mas fui mais rápido que todos esperavam
Não posso dizer que está bem
Mas não posso dizer que está ruin
Não vou desistir agora
Mas devo admitir que está dificil
Não quero passar mais um tempo com estilingue
Abri mão das armas.
Não estou estagnado como antes
Mas não corro como antigamente
Ainda sou forte
A fraqueza é que me superou
Não fiquei fadigado por mim mesmo
O ar é que me faltou no momento de respirar fundo
Não é que não olho mais para os lados
É que nada me importa como antes
Não estou fugindo
Estou evitando
Não estou escrevendo apenas
Estou desabafando em um monólogo
Não é que todos vão entender tudo que se escreve em um rascunho que se torna a verdadeira
É que conversando comigo mesmo, monologando, encontro em mim o amigo que queria que existisse...
*.*
Rico

Nenhum comentário: