quinta-feira, 24 de abril de 2008

Lugar



Lugar algum de nenhum outro lugar
Encontrando o que não se perde
Entregando a quem é de direito
Suspirando por um outro espaço
Sentindo vontade sair e estar distante!
Perto demais ou
Nem tão perto para não sentir saudade
De outro lugar de algum outro ponto mirante.
Incógnito o bastante para não ser paradoxal.
Sendo nada além de um lugar para estar
Brincar e sorrir com alguém que realmente importa
Não desisto de querer o lugar para descansar
Acalmar-me; quem sabe fazer sentido no que digo.
Ah! desisto de tentar; isto está me sufocando.
Estou tentando, não está vendo?
Quero mais que um lugar;
Quero mais que um mirante
Quero mais que um calmante
Quero dormir e sonhar
E quando chegar me acorda para a realidade do novo lugar.
*
Rico

Nenhum comentário: