quinta-feira, 15 de março de 2012

Rumores!

Abrace-me pelo espaço de um instante
E viva comigo a eternidade de um momento.
Esqueça do tempo que se segue
E morra de amores só por um pouco
Ou faça reviver meu ar ofegante
Que enrolado ao teu
Se perdeu de contente.

Faça de um simples rumor
O seu grande amor.
Enfraqueça tua resistência
E fortaleça-te na tua insegurança.
Mantenha-te viva e conforte-me
Com tua boca macia
Que me enlouquece a alma
E minha dor alivia.
®ico

Nenhum comentário: